Definição de Critério de Fumaça para Ensaios de Detecção de Fumaça em Compartimentos de Carga de Aeronaves Comerciais

Título da Tese: 
Definição de Critério de Fumaça para Ensaios de Detecção de Fumaça em Compartimentos de Carga de Aeronaves Comerciais
Autor: 
Carolina Rodrigues Ramos Pinto
Área de Concentração: 
Engenharia Aeronáutica
Turma: 
PEE15
Ano da Defesa: 
2013
Data de Defesa: 
07/02/2013
Orientador Principal: 
Irany de Andrade Azevedo
Resumo: 

Na aviação existem requisitos que devem ser cumpridos para que uma aeronave esteja aeronavegável. Estes requisitos são aprimorados em função da evolução tecnológica e com a investigação de acidentes que resultam em lições aprendidas. O enfoque desta pesquisa é no requisito de segurança de cabine que aborda a detecção de fogo e fumaça dentro dos compartimentos de carga nas aeronaves. Trata-se do requisito FAR part 25, § 25.858, para cujo cumprimento é necessária a instalação de detectores de fumaça nos compartimentos. Após a análise da literatura, verificou-se que existe uma grande subjetividade para a definição da fumaça ideal na realização dos ensaios de certificação das instalações do sistema de detecção de fumaça, uma vez que o critério utilizado é um vídeo disponibilizado pelo FAA (Federal Aviation Administration), porém vários fatores influenciam na escolha da fumaça ideal, como a iluminação do ambiente, ventilação, cor de fundo apresentados no vídeo. Dentro desse contexto este trabalho apresenta a determinação de uma recomendação de calibração dos equipamentos utilizados para os ensaios de detecção de fumaça. Para atingir o objetivo principal, foram definidos objetivos específicos que incluem Definir a fumaça padrão através do Engineering judment de especialistas do ramo, propor uma instrumentação para a calibração da fumaça, caracterizar a fumaça através da instrumentação proposta. Diante desse cenário foi elaborado um procedimento experimental para avaliar diferentes fumaças, medi-las para identificar a resposta da instrumentação proposta por essa pesquisa, e conforme protocolo do procedimento, caracterizar a fumaça ideal através de dados mensuráveis de transmissibilidade. Os dados dos ensaios foram analisados com auxílio de ferramentas estatísticas. Os resultados mostraram que a instrumentação proposta é efetiva e foi determinada uma recomendação para a calibração dos equipamentos.